Pobreza extrema no Brasil volta aos níveis de 2005

Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado/FotosPúblicas

Da Fundação Perseu Abramo,

Por Ana Luíza Matos de Oliveira

Continua após a publicidade




Relatório Luz da Agenda 2030 de desenvolvimento sustentável (Síntese II) mostra um dado alarmante: o número de extremamente pobres no Brasil voltou ao nível de 2005, enquanto o número de pobres voltou ao nível de 2009 no país. Os últimos dados da publicação, sintetizados no gráfico a seguir, são de 2017. Com a continuidade da crise no mercado de trabalho e o corte nas políticas sociais, é possível que os dados para 2018 e para o ano corrente – 2019 – sejam ainda maiores.

Como também mostra o gráfico, o aumento da pobreza e da pobreza extrema tem ocorrido em ritmo muito mais acelerado que o processo de redução da mesma, que, aliás, foi fruto de melhorias no mercado de trabalho e na integração das políticas públicas, em especial durante os anos 2000. Com a crise no mercado de trabalho e a austeridade que atinge diretamente o gasto social no Brasil, os brasileiros mais vulneráveis ficam mais expostos a voltar à pobreza.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *