Fala de Bolsonaro na ONU pode afetar agronegócio

Imagem: Alan Santos/PR

Continua após a publicidade





Ouça o áudio:

Continua após a publicidade





O discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU pode ter reflexos negativos em acordos comerciais e na relação com investidores estrangeiros. A afirmação é do embaixador aposentado com mais de quatro décadas de carreira no Itamaraty, o diplomata Rubens Ricupero.

Em entrevista ao portal do Estadão, Ricupero afirma que negação do desmatamento da Amazônia desperdiça o que, para ele, foi o “único trunfo” do Brasil no exterior, que é o prestígio pela condução de sua diplomacia do meio ambiente.

Ricupero classificou o discurso como “desastroso” e disse que não há algo parecido com a participação de outros representantes brasileiros na Assembleia-Geral.

Bolsonaro considerou incômodas as críticas ao seu discurso. Ele afirmou ter assistido a própria fala novamente e não considerou suas posições agressivas.

Durante a fala na ONU, Bolsonaro chegou a questionar os motivos das queimadas na Amazônia e lançou diversas acusações de cunho ideológico, o que foi mal recebido pela comunidade internacional.

Confira a íntegra da matéria




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *