Caso Marielle: Moro, cabe prisão preventiva para Carlos Bolsonaro?

Foto: reprodução

O deputado federal Rogério Correia, do PT de Minas Gerais, faz uma análise exclusiva para a TV Afiada a propósito da revelação de que a Polícia Civil do Rio de Janeiro trabalha com a possibilidade de que Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, participou de alguma forma do assassinato da vereadora Marielle Franco, em 14 de março de 2018.

O que Carlos Bolsonaro foi fazer na portaria do condomínio na Barra da Tijuca? E por que ele, um tuiteiro confesso, deletou suas redes sociais? E por qual motivo o porteiro do condomínio mudou o seu depoimento? Para o deputado, existem muitas razões para exigir uma prisão preventiva do Carluxo!

Tic, tac… Tic tac… Assista ao vídeo da TV Afiada!

A Mídia Alternativa precisa da sua ajuda! Clique aqui e saiba como você pode nos ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *