Maia se desculpa com a China em nome da Câmara por atitude de Eduardo Bolsonaro

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu desculpas à China, em suas redes sociais, em razão das acusações contra aquele país feitas pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). “Em nome da Câmara dos Deputados, peço desculpas à China e ao embaixador pelas palavras irrefletidas do deputado Eduardo Bolsonaro. A atitude não condiz com a importância da parceria estratégica Brasil-China e com os ritos da diplomacia. Em nome de meus colegas, reitero os laços de fraternidade entre nossos dois países. Torço para que, em breve, possamos sair da atual crise ainda mais fortes”, disse o presidente.

Eduardo Bolsonaro comparou a pandemia do coronavírus com o acidente nuclear de Chernobil, na antiga União Soviética, e disse que, nos dois casos, duas ditaduras omitiram informações que poderiam salvar vidas. A Embaixada da China protestou veementemente contra a acusação.

A Frente Parlamentar da Agropecuária, que tem quase 300 integrantes, também criticou as declarações de Eduardo Bolsonaro. “Declarações isoladas não representam o sentimento da nação ou de qualquer setor. A China é parceira de longos anos do Brasil com quem temos excelente relação comercial e de amizade”, afirma a nota da frente parlamentar.

Da Redação/WS

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *