Brasil registra 30,476 novos casos e 552 mortes nas últimas 24 horas

Brasil registra 30,476 novos casos e 552 mortes nas últimas 24 horas

junho 28, 2020 0 Por admin

Registro da rua 25 de Março, em São Paulo (SP), no primeiro dia de abertura do comércio de rua após mais de dois meses de portas fechadas – Nelson Almeida/AFP

Segundo o CONASS, os dois maiores estados da União, SP e RJ, continuam liderando o país em número de casos e mortes




Redação – Brasil de Fato | São Paulo

O Brasil chegou à marca de 57.622 mil mortes em decorrência do novo coronavírus neste domingo (28), segundo dados do Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass). Nas últimas 24 horas, foram registradas 552 mortes e o registro de novos infectados foi 30.476. Em todo o mundo, o número de infectados já supera 10 milhões. 

São PauloRio de JaneiroCeará e Pará são os estados com maior número de infectados e de mortes. São Paulo registra até este domingo (28) 271.737 mil infectados e 14.338 óbitos; o Rio de Janeiro tem 111.298 mil infectados e 9.819 óbitos; o Ceará registra 107.568 mil infectados e 5.990 óbitos; e o Pará 100.443 mil infectados e 4.834 óbitos. 

Apesar do número de casos do novo coronavírus continuarem aumentando, boa parte dos estados brasileiros implantou um sistema de reabertura econômica. Atualmente, ainda não há um tratamento ou vacina comprovada contra a covid-19, ou seja, o isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde o início da pandemia assim como as medidas de higiene são as únicas formas de se proteger contra a covid-19.

Neste sábado (27), o Ministério da Saúde anunciou um acordo com a Universidade Oxford, do Reino Unido, e com a farmacêutica britânica AstraZeneca, para a compra de insumos e tecnologia para a produção de uma vacina contra a covid-19 no Brasil. O investimento de 127 milhões de dólares (R$ 695 milhões) pelo Ministério da Saúde é uma aposta, uma vez que ainda não há comprovação de que a vacina seja segura e eficaz.

O estudo ainda está em fase de testes e, se comprovada a eficácia da vacina, 30 milhões de doses serão distribuídas. O planejamento prevê a distribuição de 15,2 milhões em dezembro de 2020, e 15,2 milhões em janeiro de 2021, com prioridade para grupos de risco e profissionais da saúde.

:: Parceria com Oxford prevê produção de vacina contra covid no Brasil ::




O que é coronavírus?

É uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos, os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a síndrome respiratório do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a síndrome respiratória aguda severa (SRAS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Edição: Ítalo Piva