Vitória da oposição na Bolívia sinaliza retomada da democracia na América do Sul

Vitória da oposição na Bolívia sinaliza retomada da democracia na América do Sul

outubro 24, 2020 0 Por admin

Segundo André Singer, a vitória de Luis Arce, na Bolívia, mostra que a democracia está viva, o que representa um bom sinal para a região

Editorias: André SingerRádio USP – URL Curta: jornal.usp.br/?p=364687

Do Jornal da USP

Em apuração oficial, autoridades eleitorais confirmam vitória no primeiro turno para Luis Arce e David Choquehuanca, do Movimento Ao Socialismo (MAS), na Bolívia. Na coluna de hoje (22), o professor André Singer avalia que, após uma longa interrupção no processo democrático no país, com a deposição do presidente Evo Morales (MAS), a vitória é importante por retomar o processo democrático. “Nós estamos em face da possibilidade bastante provável de que ele [Arce] assuma e exerça o governo. Então, nós fazemos votos para que isso realmente aconteça e não por apoiar o significado que tenha esse partido em particular, mas, sim, pela retomada do processo democrático que, muitas vezes, só acontece se existe alternância no poder, ou seja, quando as forças de oposição, na prática, podem ganhar as eleições e governar se estiverem em maioria.”

O resultado dessas eleições, na visão do cientista político, é um importante indicativo para a democracia na região da América do Sul, que vive hoje um processo de escalada autoritária. “O fato de que um desses países, no caso da Bolívia, possa retomar o processo democrático é um bom sinal para a região, pois mostra que a democracia está viva e que mesmo nós aqui, no Brasil, teremos condição, espero, de resistir ao avanço autoritário e retomar o processo democrático que não foi, é importante dizer, completamente interrompido.”

Saiba mais ouvindo a coluna Poder e Contrapoder na íntegra.