Bolsonaro fez chacota com a morte de Herzog, relembra Reinaldo Azevedo

Bolsonaro fez chacota com a morte de Herzog, relembra Reinaldo Azevedo

janeiro 11, 2021 0 Por admin

Herzog, morto no DOI-Codi paulista durante a ditadura militar – EBC




Por Flávio Rezende, editor do Blog

O jornalista Vladimir Herzog, Vlado, como era conhecido, foi assassinado pela ditadura militar no Brasil (1964 a 1985) no dia 25 de outubro de 1975. O crime aconteceu após ele ter se apresentado, de forma voluntária, a depor no Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI). 

Há uma polêmica nas redes sociais sobre um texto do Ruy Castro na Folha de São Paulo sugerindo que o Bolsonaro caso o Trump se mate, que ele faça o mesmo já que é um servo de Donald Trump.

De forma hipócrita, os bolsominions estão cacarejando nas redes sociais pois se sentiram ofendidos pelo texto.

O jornalista Reinaldo Azevedo relembrou que o Bolsonaro fez uma chacota desrespeitosa com o assassinato do jornalista Vladmir Herzog pelo regime militar.

A postagem foi direcionada para o ministro da (in)justiça que quer investigar os jornalistas Ruy Castro (que escreveu o texto “Saída para Trump: matar se” e Noblat (que compartilhou o texto no Twitter com um trecho do texto).

Enquanto o governo tenta censurar jornalistas, o Brasil segue afundando numa grave social.

Quem apertou o 17 na eleição presidencial, jogou o Brasil no abismo.