Pedro Wilson Guimarães recebe o título de Professor Emérito da UFG

Pedro Wilson Guimarães recebe o título de Professor Emérito da UFG

novembro 29, 2021 0 Por admin

É a primeira vez que três unidades acadêmicas são unânimes em deferir a concessão da honraria

Texto: Caroline Pires
Fotos: Carlos Siqueira

A história de um professor que ultrapassou os muros da universidade em prol de lutar e defender a dignidade da pessoa humana jamais poderia ser homenageada apenas por uma unidade acadêmica da Universidade Federal de Goiás (UFG). Assim, a Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), Faculdade de Ciências Sociais (FCS) e Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP) foram unânimes em deferir a concessão do título de professor emérito a Pedro Wilson Guimarães, em um cerimônia permeada de emoção e força para continuar a batalha pelos direitos humanos. A cerimônia foi realizada com a presença de familiares e amigos próximos no gabinete da Reitoria da UFG na manhã do dia 27/11. Confira a galeria de fotos

Lembrando a atuação permanente em causas sociais e ambientais, a diretora da Faculdade de Informação e Comunicação, Angelita Pereira Lima, agradeceu as inúmeras contribuições do professor para o estado de Goiás. “A UFG a conceder esse título torna-se herdeira e guardiã do seu legado. O Brasil precisa de mais Pedros Wilson”, concluiu. Destacando a dedicação incansável do homenageado pela educação no Estado de Goiás, o secretário de promoção a segurança e direitos humanos, Ricardo Lima Barbosa, lembrou que ao longo de mais de 60 anos de existência, foi a primeira vez que a Faculdade de Ciências Sociais realizou a indicação e aprovação da concessão de um título de professor emérito.

 UFG_4355.JPG

Entrega do título reuniu docentes da UFG e da Pontifícia Universidade Católica de Goiás

A reitora da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás) lembrou da biografia de Pedro Wilson como cristão e da sua formação como seguidor de Dom Fernando. “Um homem de diálogo, ciência e fé, esta é a sua grande marca”, resumiu.
Agradecendo o privilégio de poder conceder o título a Pedro Wilson ainda em sua gestão, Edward Madureira Brasil enalteceu os inúmeros exemplos de vida do professor. O reitor reafirmou a trajetória marcada não só pela dedicação à ciência, mas também a melhoria de vida e a dignidade dos cidadãos em um nível amplo. “São em momentos como esse que percebemos para o que serve a vida da gente, é para reconhecer, servir, agradecer e lutar sempre pela sociedade”, considerou o reitor. Lembrando o momento histórico de negacionismo e demonização da política que vive o Brasil, Edward Madureira, destacou o compromisso de Pedro Wilson dentro e fora da sociedade para que as pessoas tenham uma vida melhor. “Você engrandece a nossa sociedade. Pedro é acima de tudo uma esperança para todos nós”, finalizou.

 UFG_4264.JPG

“Renovo o meu compromisso para que nós possamos continuar com esse planeta e daqui a mil anos ainda tenhamos o trabalho da universidade. Viva a vida. Viva a vida digna de se viver”

Emocionado e citando Paulo Freire, Pedro Wilson reafirmou o seu engajamento com a educação e o desafio da construção de um planeta sustentável. Segundo ele, é necessário pessoas ousadas que estejam dispostas a continuar lutando em duas frentes prioritárias, que são a defesa do meio ambiente e dos direitos humanos, da mulher e contra o racismo. “Sou mais do que agradecido por esse momento e continuamos a buscar juntos mais democracias, liberdades, mas principalmente a possibilidade de um futuro para nós e nossos netos”, afirmou.
Pedro Wilson lembrou em seu discurso a inusitada história da assinatura do documento que permitiu a criação da Universidade Federal de Goiás dentro de em avião, graças à insistência de Colemar Natal e Silva, que viria a ser o primeiro reitor da instituição. O professor ainda enalteceu a atuação do reitor da UFG na criação e estruturação das Universidade Federal de Catalão e Universidade Federal de Jataí. “Viva a vida. Viva a vida sempre com dignidade”, concluiu.
Compuseram ainda a mesa da cerimônia a vice-reitora da UFG, Sandramara Matias Chaves, a diretora da Faculdade de Ciências Sociais, Izabela Maria Tamazo e a vice-diretora do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública. Vale lembrar que a universidade irá homenagear, ainda no mês de dezembro, os professores Orlando Afonso Valle do Amaral e Ricardo Freua Bufáiçal (in memoriam) e o servidor Honório Ângelo da Rocha, pelas inegáveis contribuições para á UFG.

Trajetória de luta na política e pela Educação
O Conselho Universitário, instância máxima de função normativa, deliberativa, de planejamento e de recurso da UFG, aprovou em junho deste ano a concessão do título de Professor Emérito à Pedro Wilson Guimarães. Impedido de assumir uma cadeira na Universidade até 1979 por força do Decreto Lei no 229 de 28 de fevereiro de 1967, que exigia o infame “Atestado Ideológico” para o ingresso no serviço público, Pedro Wilson foi líder estudantil e representante estadual da UNE, tendo presidido o Congresso da União Estadual dos Estudantes, também esteve engajado na Ação Católica Estudantil e na Ação Popular, movimentos de resistência à ditadura militar.
O professor só pôde assumir o cargo no final dos anos de 1970 como docente do antigo Instituto de Ciências Humanas e Letras, onde ministrou aulas e orientou alunos na área das ciências sociais, direitos humanos e comunicação. Pedro Wilson Guimarães foi professor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, entre os anos de 1985 e 1988, onde exerceu o cargo de reitor entre os anos de 1985 e 1988. Após sua aposentadoria da UFG, em 2000, Pedro Wildon Guimarães foi Prefeito de Goiânia entre 2001 e 2004, atuando também como representante legislativo em nível municipal e federal.

UFG_4133.JPG

“Têm professores que são lembrados por pesquisas ou publicações, mas você Pedro lembra os próprios professores descritos por Paulo Freire”, afirmou o prof. Ricardo Lima Barbosa em seu discurso

 UFG_4233.JPG

Em cerimônia restrita, familiares e amigos acompanharam a entrega do título

Fonte: Portal UFG – Universidade Federal de Goiás