Lula tem 51% das intenções de voto e pode ganhar eleição no 1º turno, aponta pesquisa Sensus

Lula tem 51% das intenções de voto e pode ganhar eleição no 1º turno, aponta pesquisa Sensus

dezembro 4, 2021 0 Por admin

Ex-presidente lidera pesquisas eleitorais com larga vantagem; na foto, o petista durante entrevista ao podcast PodPah – Ricardo Stuckert

Levantamento encomendado pela IstoÉ mostra Bolsonaro com 28,7% dos votos válidos e Moro, 8,9%

Paulo Motoryn – Brasil de Fato | Brasília (DF)

Uma pesquisa feita pela Sensus encomendada pela revista IstoÉ, divulgada nesta sexta-feira (3), mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) poderia ganhar no primeiro turno se as eleições presidenciais de 2022 fossem hoje. É o primeiro levantamento divulgado pela empresa de pesquisa sobre o pleito do ano que vem.

O estudo aponta que Lula tem 50,6% dos votos válidos, superando o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), que aparece com 28,7%, o ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro (Podemos), com 8,9%, e Ciro Gomes (PDT), com 6,3%. Não foram considerados os 15,6% que não souberam responder ou que não votariam em nenhum dos candidatos.

Na sequência, aparecem o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 2,1%, a senadora Simone Tebet (MDB), com 1,4%, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (União Brasil), com 1,2%, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), com 0,4%, Luiz D’Ávila (Novo), com 0,2%, e o senador Alessandro Vieira (Cidadania), com 0,1%.https://flo.uri.sh/visualisation/8021529/embed?auto=1A Flourish bar chart race

A pesquisa foi realizada no período de 24 a 28 de novembro de 2021. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Os dados foram coletados presencialmente em 135 municípios das 24 unidades federativas. Foram realizadas 2.000 entrevistas.

Em caso de segundo turno, Lula venceria em todos os cenários. Contra Bolsonaro, o petista faria 55,1% ante 31,6% do atual presidente. Se o adversário fosse Moro, a distância seria ainda maior: Lula venceria por 53,3% a 25%. Diante de Doria, o cenário é ainda mais favorável ao ex-presidente: 55,5% a 14,1%.

A mesma pesquisa aponta que Bolsonaro registra uma rejeição de 59,25%. Sobre o desempenho de sua administração, 50,5% dos eleitores fizeram uma avaliação negativa de seu governo, enquanto 23,5% a consideram positiva e outros 24,2%, apenas regular. Só 8,2% classificam o governo como ótimo, enquanto 37,8% o consideram péssimo e 12,7%, ruim.

Na semana passada, divulgação de três pesquisas agitou a corrida eleitoral. Os levantamentos feitos por Paraná PesquisasPoderData e Ipespe apontaram a consolidação de Lula na dianteira e a tendência de queda de Bolsonaro.

Os estudos mostraram ainda que Moro não decolou. O ex-ministro da Justiça ainda disputa a terceira colocação com Ciro Gomes. Os novos resultados reafirmam que os dois seguem consideravelmente distantes de Lula e Bolsonaro na preferência do eleitorado.

Edição: Vinícius Segalla