A cada cinco eleitores de Bolsonaro em 2018, um vai votar em Lula em 2022, mostra pesquisa

A cada cinco eleitores de Bolsonaro em 2018, um vai votar em Lula em 2022, mostra pesquisa

fevereiro 8, 2022 0 Por admin

Tradicionais rivais, Lula (PT) e Bolsonaro (PL) tendem a concentrar maiores parcelas do eleitorado – Ricardo Stuckert – Clauber Cleber Caetano/PR

PoderData aponta também que Sergio Moro perde terreno até entre eleitores do seu ex-chefe; Ciro tem 4% do segmento

Redação RBA

Detalhamento de pesquisa PoderData divulgado na manhã desta segunda-feira (7) mostra avanço de 9 pontos percentuais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entre eleitores que declararam ter votado em Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno das eleições de 2018. Se as eleições de 2022 fossem hoje, um em cada cinco eleitores (21%) do atual presidente votaria no pré-candidato do PT. Ainda segundo o levantamento, o ex-ministro Sergio Moro (Podemos) herdaria 10% dos eleitores bolsonaristas que se dizem arrependidos.

Os percentuais de votos do ex-capitão que migrariam para seus dois principais adversários mudaram significativamente em comparação ao último levantamento da PoderData. Pela pesquisa realizada entre 16 e 18 de janeiro, Lula e Moro tinham os mesmos 12% dos votos de bolsonaristas arrependidos.

Ainda no recorte da pesquisa divulgado hoje, outros 7% dos que ajudaram a eleger Bolsonaro disseram que votariam em branco ou anulariam seu voto.

Ciro Gomes (PDT) teria 4% de votos de ex-bolsonaristas. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), receberia 3%. Mesmo sendo o último a lançar pré-candidatura, André Janones (Avante) herda 2% desses votos, à frente de Rodrigo Pacheco (PSD) e Simone Tebet (MDB), ambos com 1%.

Fiéis

Já os que dizem que manterão o voto no ex-capitão somavam 58% em meados de janeiro, e hoje são 54%.

Entre os eleitores que dizem ter votado em Fernando Haddad, Lula tem larga vantagem, com 72% afirmando que votariam no pré-candidato do PT. Moro não soma nenhum percentual entre arrependidos pelo voto em Haddad e Ciro fica com 12% deles.

O mesmo levantamento confirmou a liderança de Lula no pleito de outubro. O petista tem 41% da preferência de votos, enquanto o ex-capitão soma apenas 30%. Entre os demais candidatos, Moro e Ciro vêm em terceiro, com 7% cada.

Em um dos vários recortes, a pesquisa concluiu por empate técnico entre Lula e Bolsonaro entre o eleitorado masculino. No entanto, o ex-presidente tem ampla vantagem nas demais camadas da população. Bolsonaro também segue com alta reprovação entre os brasileiros, segundo o mesmo levantamento.

A pesquisa PoderData foi realizada entre 31 de janeiro e 1º de fevereiro, entrevistando 3 mil pessoas por telefone em todo o Brasil. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o índice de confiança é de 95%.

Ainda segundo o levantamento, Bolsonaro segue liderando entre os evangélicos, com 42% desse segmento, 1 ponto percentual a menos do que em meados de dezembro. Lula, por sua vez, viu crescer nove pontos em 45 dias, de 26% para 35%, sua preferência entre os eleitores que se declaram evangélicos. No eleitorado católico, Lula lidera com 42%, ante 24% de Bolsonaro.