maio 14, 2021

Bolsonaro veta universalização da banda larga nas escolas públicas




Do Mídia Ninja

A universalização da banda larga nas escolas públicas gera custos. Foi a justificativa dada pelo ministério de Paulo Guedes para vetar o item da Lei 14.109/2020 que cria o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust). A informação é do Congresso em Foco.

O trecho previa que todas as escolas públicas brasileiras tivessem acesso a internet banda larga até 2024. O projeto foi aprovado pelo Congresso Nacional e aguardava a sanção de Bolsonaro.