maio 14, 2021

Japão identifica nova cepa de SARS-CoV-2 em turistas vindos do Brasil

Diagnóstico laboratorial de casos suspeitos do novo coronavírus (2019-nCoV), realizado pelo Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que atua como Centro de Referência Nacional em Vírus Respiratórios para o Ministério da Saúde


© Divulgação/Josué Damacena (IOC/Fiocruz)




Da Sputnik

Depois de recentes preocupações com mutações do novo coronavírus detectadas no Reino Unido e na África do Sul, o país asiático revelou ter encontrado uma nova cepa em um avião vindo do Brasil.

Foi detectada no Japão a existência de uma nova cepa do SARS-CoV-2 proveniente do Brasil, anunciou no domingo (10) o canal CNA citando as autoridades sanitárias do país.

O jornal Japan Times relata que, entre as pessoas vindas do Brasil que desembarcaram no Japão, estavam um homem entre 40 e 50 anos, que foi hospitalizado, uma mulher de 30 a 40 anos com sintomas leves como dores de cabeça, e dois adolescentes: um menino com uma febre ligeira, e uma menina sem sintomas.

Todos testaram positivo no aeroporto, e de seguida tiveram um exame detalhado pelo Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (NIID, na sigla em inglês) do Japão, levando à descoberta de uma “cepa mutante”.

Trata-se de uma variante de coronavírus diferente das do Reino Unido e África do Sul, embora compartilhem uma mutação comum. O NIID afirmou que a versão do Brasil não é altamente infecciosa, de acordo com os dados existentes, e que está investigando suas características. Recentemente, também foi descoberta uma cepa diferente na Nigéria.

O Japan Times também citou o NIID como dizendo que três pessoas que tiveram contato com uma das pessoas infectadas com a cepa do Brasil tinham tido contato próximo com um homem infectado pela cepa do Reino Unido.