Sérgio Moro, o caipira sem caráter

Sérgio Moro, o caipira sem caráter

abril 2, 2022 0 Por admin

Por Flávio Rezende, editor do Blog

Os índices econômicos do Brasil pós lava jato mostram que a operação foi um crime de lesa-pátria contra a economia nacional.

Antes da farsesca operação o Brasil experimentou o pleno emprego, o efetivo combate a fome e um bom período de prosperidade.

Atualmente o que temos é um presidente eleito pela lava jato que descontrolou a inflação, aumentou o desemprego e fez o Brasil voltar novamente ao vergonhoso mapa da fome com 19 milhões de brasileiros sofrendo com insegurança alimentar no país do agronegócio.

Um estudo do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos concluiu que a operação lava jato desempregou 4,4 milhões de trabalhadores sendo esse o pior legado da operação que quebrou o Brasil.

É inacreditável que um ex-juiz que mal sabe falar tenha derrubado a economia de um país como o Brasil. O ex-juiz confunde cônjuge com “conje” e não tem o hábito sequer da leitura o que é percebido claramente quando ele vai falar e não consegue construir uma narrativa coerente sobre questões básicas da sociedade, da política e da economia.

Após dizer que nunca entraria para a política, Sérgio Moro se filiou ao Podemos e segundo estimativas divulgadas pela imprensa o ex-juiz custou ao partido quase R$ 300 mil de dinheiro público. Foi bem recebido, ganhou salário e quando percebeu que teria mais grana em outro partido não olhou para trás e saiu sem dar satisfação a quem lhe estendeu a mão.

A deputada federal e presidente do Podemos, Renata Abreu (SP) ficou sabendo pela imprensa que ex-capacho do Bolsonaro tinha deixado o Podemos em busca de mais dinheiro para a campanha em outra legenda.

Moro é um caipira sem caráter que havia dito recentemente não desistiria candidatura a presidência da república e agora o que se vê é o ex-juiz buscando uma vaga no legislativo federal onde será (caso dispute e seja eleito) apenas mais um na multidão.

Já se noticia que setores do União Brasil quer barrar a filiação do Sérgio Moro o que mostra a decadência daquele que foi pintado pela parte irresponsável da mídia nacional como um herói.

A imprensa brasileira pegou um sujeito desarticulado nas palavras que quando foi juiz desrespeitou a justiça e as leis e tentou fazer dele um político de projeção nacional, porém a operação fracassou e sobrou ao “juiz ladrão” o indesejado lugar de quem está a margem da política sendo visto com desconfiança por todos que ainda têm alguma sobriedade no Brasil.

Moro, apesar de ter chances de se eleger deputado federal é um sujeito em decadência que ultimamente tem sido escrachado em eventos públicos e caso seja eleito deputado federal vai ter cada centavo gasto em seu gabinete devidamente fiscalizado numa situação em que qualquer deslize terá como consequência a cassação de seu mandato.

Por enquanto não está definido sequer se Moro vai disputar uma vaga na Câmara dos Deputados pois sua filiação pode ser impugnada pelo União Brasil o que é uma vergonha para quem até pouco tempo era a estrela dos noticiários da desacreditada grande mídia do Brasil.

Vamos acompanhar a sangria desse sujeito medíocre e mal agradecido que trai todos que lhe dão algum voto de confiança. O ostracismo e quem sabe a cadeia é o destino do ex-juiz “todo poderoso” que atualmente é um pária para a maioria da sociedade brasileira.